Histórico

O marco inspirador da Obra Calabriana ocorreu em uma noite do rigoroso inverno europeu, no ano de 1897, quando um menino pediu abrigo na casa da família de João Calábria. Foi o início de sua obra dedicada aos mais necessitados.
  
O ano de 1961 marca a chegada dos Pobres Servos da Divina Providência ao Brasil, mais precisamente ao Rio Grande do Sul. A primeira atividade, fundada em 2 de janeiro de 1962, foi o Centro Social Padre João Calábria, em Porto Alegre, na Estrada Aracaju, 650, Bairro Vila Nova.
 
Em pouco tempo, estavam em funcionamento o ensino fundamental e a profissionalização, alternados nos turnos manhã e tarde. Os dois primeiros cursos criados foram Artes Gráficas e Tornearia Mecânica, em 1966. Já em 1967, instituiu-se o curso de Marcenaria e, em 1971, os cursos de Mecânica e Chapeação e Pintura Automotiva. Sucessivamente foram implantados o ensino médio e a prestação de serviços. Cursos foram criados ao longo dos anos, outros extintos, conforme as demandas da comunidade.
 
Da passagem do milênio aos dias atuais, o Calábria passou por várias mundanças: manteve e ampliou as estruturas, inovou ao aceitar novos desafios para os tempos atuais especialmente na proteção e no acolhimento de crianças, adolescentes e idosos, mas sempre mantendo sua causa estratégica: Educar, semeando esperança!